Contato

FORMULÁRIO

Preencha o formulário para falar
conosco diretamente

    Dúvidas frequentes

    Como devo fazer para internar uma pessoa?
    Você deve entrar em contato com um profissional habilitado que vai avaliar a situação e elaborar a melhor estratégia de tratamento, se não houverem outras alternativas, ele orientará sobre como proceder com a internação.
    Quando se deve internar um familiar?
    Quando há risco de vida, incapacidade grave de auto-cuidados e exposição social grave.
    Usar medicações durante o tratamento, seria trocar uma medicação por outra?
    As medicações são usadas para tratar co-morbidades e para aliviar sintomas da abstinência, as medicações usadas em nossa clinicas não causam dependência. Muitas vezes a recuperação sem as medicações é impossível e a causa de recaídas e reinternações frequentes.
    O que são co-morbidades?
    São transtornos psiquiátricos que podem estar não tratados, tornando muito difícil, até impossível abandonar o uso de drogas.
    Quais são as co-morbidades mais frequentes?
    Depressão, quadros ansiosos, transtorno de hiperatividade com déficit de atenção, transtorno afetivo bipolar, psicoses e outros.
    Internando um familiar involuntariamente, posso ter problemas com a Justiça?
    Não, problemas de internação ocorrem apenas a entidades que não possuem a documentação necessária, ou que não possuem um departamento Jurídico para orientá-lo. Respeitando estes requisitos a internação é segura.
    É verdade que uma internação só deixa o dependente mais revoltado e piora o problema?
    Não, quando a internação é feita de forma correta o resultado é de gratidão e reconhecimento.